27.10.08

Novembro: DISTOPIAS NO CINEMA




"Uma distopia ou antiutopia é o pensamento, a filosofia ou o processo discursivo baseado numa ficção cujo valor representa a antítese da utópica ou promove a vivência em uma "utopia negativa". São geralmente caracterizadas pelo totalitarismo, autoritarismo bem como um opressivo controle da sociedade. Nelas, a sociedade tida como perfeita, utópica, mostra-se corruptível, e as normas criadas para o bem comum mostram-se flexíveis." in, wikipedia.org

DISTOPIAS NO CINEMA
A programação do mês de Novembro do Clube 8 e Meio é da responsabilidade de Daniel Curval, amigo nosso de longa data, responsável pela secção de audio-visuais da Biblioteca Municipal da Póvoa de Varzim e confesso cinéfilo.





Segunda-feira, 3 de Novembro - repete quinta-feira, 6 de Novembro:
METROPOLIS de Fritz Lang - Alemanha, 1927, 116 min.

SINOPSE
No futuro, a sociedade de Metropolis está dividida em dois grupos: os trabalhadores, que vivem debaixo de terra e fazem as máquinas funcionar e a classe dominante que vive à superfície. Os trabalhadores são dirigidos por Maria que quer encontrar um mediador entre a classe dominante e os trabalhadores, pois ela acredita que entre o cérebro e os músculos é necessário um coração. Maria encontra Freder Fredersen, o filho do senhor de Metropolis, Joh Fredersen e Apaixonam-se. Entretanto, Joh decide que os trabalhadores já não são necessários a Metropolis e usa um robô para fingir que é Maria e fomentar a revolução entre a classe trabalhadora para a eliminar.
Interpretação: Gustav Fröhlich, Brigitte Helm, Alfred Abel, Rudolf Klein-Rogge, Fritz Rasp
Realização: Fritz Lang
Argumento: Fritz Lang, Thea Von Harbou segundo um romance de Thea Von Harbou
Produção: Erich Pommer
Fotografia: Karl Freund, Günther Rittau, Walter Ruttmann
Música: Galeshka Moravioff
Tradutor: Storyline Audiovisuais Lda.




Segunda-feira, 10 de Novembro - repete quinta-feira, 13 de Novembro:
FAHRENHEIT 451 (Grau de Destruição) - França/GB, 1966, 112 min.
a partir do livro homónimo de Ray Bradbury

SINOPSE
Montag é um bombeiro que vive numa solitária e isolada sociedade, em que os livros são proibidos pelo Governo. É seu dever queimar todo livro que tenha sido visto pelas autoridades ou denunciados pelos informantes. Montag acaba se envolvendo com Clarisse, uma apaixonada pela literatura, o que o leva a ler livros de forma clandestina. É através deste relacionamento que Montag passa a questionar os motivos que justificam a determinação do governo de queimar toda e qualquer obra literária.

Realização: François Truffaut Argumento: François Truffaut e Jean-Louis Richard a partir do romance homónimo de Ray Bradbury Fotografia: Nicholas Roeg Montagem: Thom Noble Música: Bernard Herrmann Interpretação: Julie Christie; Oskar Werner; Cyril Cusack; Anton Driffing; Jeremy Spencer; Anne Bell




Segunda-feira, 17 de Novembro - repete quinta-feira, 20 de Novembro:
THEY LIVE (Eles vivem) - EUA, 1988, 89 min.

SINOPSE
ELES INFLUENCIAM AS NOSSAS DECISÕES, SEM O NOSSO CONHECIMENTO.
ELES ENTORPECEM OS NOSSOS SENTIDOS, SEM O SENTIRMOS.
ELES CONTROLAM AS NOSSAS VIDAS, SEM NOS DARMOS CONTA.
ENQUANTO NÓS DORMIMOS... ELES VIVEM!
John Nada fez uma descoberta desconcertante. Ao colocar uns óculos de sol que descobriu por acaso, repara que tudo à sua volta parece ter mudado. As caras de algumas das pessoas com quem se cruza têm expressões estranhamente distorcidas. Por todo o lado, vê anúncios de néon cintilantes com estranhas mensagens e ordens inequívocas. John apercebe-se de que o mundo em que vive se encontra ocupado por extraterrestres. Tudo indica uma invasão meticulosamente planeada. As criaturas extraterrestres estão a saquear sistematicamente o planeta Terra - e praticamente ninguém consegue resistir à lavagem cerebral a que é submetido. Quando John se une a um movimento clandestino que almeja a destruição do quartel-general dos invasores, é descoberto e os extraterrestres iniciam a sua implacável captura...

REALIZADOR
John Carpenter

INTÉRPRETES
Roddy Piper, Keith David, Meg Foster, George 'Buck' Flower, Peter Jason, Raymond St. Jacques, John Lawrence, Susan Barnes, Sy Richardson.




Segunda-feira, 24 de Novembro - repete quinta-feira, 27 de Novembro:
CHILDREN OF MEN (Os Filhos do Homem) - GB/EUA/JP, 2006, 109 min.
A partir do livro homónimo de P.D. James

SINOPSE
ANO 2027. OS ÚLTIMOS DIAS DA RAÇA HUMANA. HÁ 18 ANOS QUE NÃO NASCE UMA CRIANÇA. ELE TERÁ DE PROTEGER A NOSSA ÚNICA ESPERANÇA.
Nenhuma criança. Nenhum futuro. Nenhuma esperança. No ano de 2027, dezoito anos após o nascimento da última criança, o desiludido Theo (Clive Owen) torna-se o herói improvável da raça humana ao ser requisitado pela sua ex-companheira (Julianne Moore) para escoltar uma jovem grávida para fora do país o mais rapidamente possível. Numa emocionante corrida contra o tempo, Theo irá arriscar tudo para trazer à luz o maior milagre há muito esperado.
Co-protagonizado por Michael Caine, este amplamente aclamado Os filhos do Homem de Alfonso Cuarón recebeu três nomeações aos Oscars®, incluindo Melhor Argumento Adaptado e Melhor Fotografia.
REALIZADOR
Alfonso Cuarón

INTÉRPRETES
Clive Owen, Julianne Moore, Michael Caine, Chiwetel Ejiofor, Charlie Hunnam, Claire-Hope Ashitey, Pam Ferris, Danny Huston, Peter Mullan, Jacek Koman, Oana Pellea, Paul Sharma, Michael Klesic, Juan Gabriel Yacuzzi

2 comentários:

Daniel Curval disse...

esta informação está óptima.
Não vai ser feito um cartaz para este ciclo?
e para o filme de culto?

Daniel Curval

Mr. Esgar disse...

ora bem, o cartaz aí está. mister antónio trata do cartaz para a sessão de culto.
obrigado pela óptima selecção!